terça-feira, 23 de agosto de 2011

A HERANÇA DA CRIANÇA

Vejam o que o homem deixará para nós, uma bola.
Mas a bola está velha, está suja,está murchando,
está morrendo.
Ele a faz com concreto e cimento, sem amor, sem
sentimento.
A bola está perdida num espaço sem fim.
Sem rumo ou destino
Teremos que:
Limpá-la;
Renová-la;
Revivê-la.
Teremos de enchê-la de novo, não com concreto
e cimento.
Mas com amor e sentimento.
Daremos a ela um novo rumo e um novo destino.
A bola será o brinquedo de todas as pessoas:
Homens e mulheres, velhos e crianças.
Faremos isso ou então a herança deixada por nós
será um grande vazio na escuridão.


Paulo C. D. de Oliveira.











Postar um comentário

Postagem em destaque

Inesquecível

Tudo não passa de fragmentos em minha mente... fragmentos de momentos vividos que ficaram presos em algum lugar da minha memória.  No entant...