quarta-feira, 21 de março de 2012

Lembranças de momentos

É muito difícil acreditar em algo ou em alguém e de repente se decepcionar...O seu semblante,
criado à imagem e semelhança de Deus, denotava preocupação e mágoa.Eu disse mágoa? 
Por que? Por que? Não sabia. Ela só sabia que quis, tudo o que havia acontecido.
Quem era ele? Quem era ela? Ela se perguntava sempre....Quem eram? Trapos, restos, lixo, 
Não eram nada e ao mesmo tempo, eram tudo o que precisavam ser um para o outro...
No entanto, ela já não sabia quem era, havia perdido a confiança nas pessoas, confiava 
apenas, no seu próprio eu.
Ela esteve nos piores momentos da sua vida, estava nos vestíbulos do nada.Os erros do 
passado, foram os piores cursos que fez, que a fizeram  conhecer a realidade da vida, e ser
 honesta consigo mesma, e deixou de acreditar no amor. Com o tempo, percebeu que estava
 enganada...O amor existe...Dentro dela, havia tanto amor pra dar, pra dividir.
Depois de algumas semanas de comunicação ininterruptas, decidiu que queria amá-l,
 queria se entregar ...Rolou um sentimento louco, de posse, de intimidade e exposição mútua.
 E finalmente, depois de longos diálogos....aconteceu o esperado: O encontro tão desejado e 
almejado por ambos. Ah! quanta decepção e tristeza quando as coisas não acontecem como
 planejamos e sonhamos. Foi como desejar algo através da vitrine.....Hoje, deste lado, sobrou 
a saudade e decepção, de ter encontrado e amado alguém através da tela. Do outro lado?   
Quem poderá saber o que se passa no coração do ser humano? 

Vale a pena amar assim?..não sei..sinceramente não vivi tal experiência...Mas, é melhor amar de qualquer jeito ou nunca amar?



                                                            




                          
Postar um comentário