sexta-feira, 27 de maio de 2016

PORQUE AS PESSOAS SOFREM...

PORQUE AS PESSOAS SOFREM...



A netinha pergunta a vovó:
- Vovó, por que as pessoas sofrem?
- Como é que é ?
- Por que as "pessoas grandes" vivem bravas, irritadas, sempre preocupadas com alguma coisa ?
- Bem, minha filha, muitas vezes, porque elas foram ensinadas a viver assim.
(silêncio)
- Vó...
- Oi..
- Como é que as pessoas podem ser ensinadas a viver mal?
- Não consigo entender.
- Por que elas não percebem que não foram ensinadas a serem infelizes, e não conseguem mudar o que as torna assim.
- Você não está entendendo, não é, meu amor?
- Não, Vovó.
- Você lembra da historinha do Patinho Feio?
- Lembro.
- Então... o patinho se considerava feio porque era diferente de todo mundo.
Isso deixava-o muito infeliz e perturbado, tão infeliz que um dia ele resolveu ir embora e viver sozinho.
Só que o Lago que ele procurou para nadar tinha congelado, e estava muito frio.
Quando ele olhou para seu reflexo no lago, percebeu que ele era na verdade, um maravilhoso cisne.
E assim se juntou aos seus iguais e viveu feliz para sempre.

Um forte Ágape, Deus abençõe.

Desconheço o autor.

Orientação Escolar



Resumo
Este estágio supervisionado tem por finalidade a aprovação da disciplina orientação educacional. A metodologia usada para esta pesquisa se deu por meio de entrevistas com a orientadora e professores e diretoria desta instituição escolar. A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Rodrigues Apinagés, conta em media com setecentos alunos, divididos em turnos e em classes diferentes, a escola conta com uma equipe de profissionais que visam orientar os discentes a perceberem a importância do aprender. O aprender numa filosofia que esteja dentro da ética estabelecida pelas normas vigentes buscou-se usar abordagens qualitativas de pesquisas, tanto em face de observação como de entrevistas com a supervisão da escola visitada, onde foi valorizado o complexo intrincado e dinâmico caráter dos fenômenos educacionais. Além das entrevistas como dados adicionais, foram consultados documentos da secretaria da escola e material exposto no quadro localizado na sala dos professores. A analise dos dados de campo começou tão logo os primeiros dados foram coletados e seguiu o método de comparação constante. A instituição de ensino visitada visa o repassar conhecimentos e formar cidadãos críticos e comprometidos com a realidade social do qual estão inserido. Assim, educadores, e como tais, orientadores educacionais, necessitam ter clareza sobre seus objetivos, sonhos e compromissos. É necessário ainda, haver clareza sobre os limites da educação e sobre o que é historicamente viável, portanto, a escola em questão cumpre seu papel, contribuindo pra uma cidadania critica e responsável.
Sumário
*Orientação educacional
5. FILOSOFIA – Ética na educação ________________________________________1
5.1. Identifique e descreva as atividades desenvolvidas pela Escola para trabalhar a consciência critica de seus alunos quanto a questões de Educação,Política e cidadania: Feiras,seminários, Debates,outros__________________________________________2
6. METODOLOGIA DO ENSINO MÈDIO
6.1.os conteúdos trabalhados pela escola para trabalhar a metodologia do ensino médio tem sido suficientemente capazes de desenvolver nos alunos uma aguda competência da realidade onde vão atuar? Justifique suja analise.______________________________3.
7. O TRABALHO MONOGRÁFICO
7.1.como a escola tem organizado suas ações para trabalhar a diferenciação dos conhecimentos empíricos e cientifico?_______________________________________4
INTRODUÇÃO
A metodologia apresentada para a realização desta pesquisa de estagio supervisionado, contou com a pesquisa de campo, onde se buscou informações com orientadores educacionais e professores do ensino fundamental e médio sobre o tema aqui abordado. Esses profissionais trabalham em conjunto e formam uma equipe, para orientar na educação dos discentes que estão inseridos na instituição escolar. A orientação educacional é uma especialidade do pedagogo e é entendida como um processo dinâmico continuo e sistemático, estando integrada em todas as atividades escolar, sempre encarando o aluno como um ser global que deve desenvolver-se em todos os aspectos. Sendo assim, a sua atuação visa educar o discente através de técnicas adequadas as diferentes faixas etárias, com a finalidade de orientá-los na sua formação integral, levando-o ao conhecimento de si mesmo, de suas capacidades e dificuldades oferecendo-lhes elementos para serem acompanhados e relacionados a habilidades didáticas, no qual o aluno esta inserido nesta instituição de ensino. Nesta unidade de ensino o orientador educacional inclui uma ética profissional e debate questões práticas, que são capazes de suscitar operações de pensamentos no discente, levando –o a reflexão da sua realidade, sendo que essa realidade está apoiada em valores significativos, tanto no eixo escolar como familiar, possibilitando uma postura mais ampla e adequada ao seu conhecimento adquirido dentro e fora da instituição escolar.
5-FILOSOFIA _ ÈTICA NA EDUCAÇÃO
5.1. Identifique e descreva as atividades desenvolvidas pela Escola para trabalhar a consciência critica de seus alunos quanto às questões de Educação, Política e Cidadania.
·         Feiras;
·         Seminários;                        
·         Debates;
·         Outros
A escola promove a organização, a mobilização de todas as condições materiais e humanas necessárias para garantir o avanço dos processos sócio-educativa do estabelecimento do ensino orientada para a promoção efetiva da aprendizagem pelos alunos, de modo a torná-los capazes de enfrentar adequadamente os desafios da sociedade globalizada e da economia centrada no conhecimento.
O gestor estabelece o direcionamento e a mobilização capazes de sustentar e dinamizar a cultura das escolas, de modo que sejam orientadas para resultados, isto é, um modo de ser e de fazer caracterizado por ações conjuntas associadas e articuladas. Sem esse enfoque os esforços e gastos são despendidos sem muito resultado,    uma vez que se tem adotado até recentemente, a pratica de buscar soluções tópicas, localizadas e restritas, quando de fato, os problemas da educação e da gestão escolar são  globais e estão inter-relacionados.
6. METODOLOGIA DO ENSINO MÉDIO
6.1. Os conteúdos trabalhados pela Escola para trabalhar a Metodologia do Ensino Médio tem sido suficientemente capazes de desenvolver nos alunos uma aguda competência da realidade onde vão atuar? Justifique sua análise.
Não, nunca. Nada é suficiente, o ser humano não é pronto e acabado, portanto, é importante o desenvolvimento de recursos tecnológicos e didáticos usados como uma das metodologias para enriquecer os conhecimentos científicos dos discentes em favor das habilidades. É preciso uma elaboração cuidadosa e articulada do conteúdo a ser apresentado e aprendido para haver uma melhor compreensão do seu cotidiano escolar.
7. O TRABALHO MONOGRÁFICO
7.1. Como a Escola tem organizado suas ações para trabalhar a diferenciação dos conhecimentos Empírico e Científico? 
A escola trabalha esse tema de forma a avaliar o aproveitamento do discente no sentido de prepará-lo para o futuro promissor e desenvolver a mente e educar o raciocínio por meio da reflexão critica sobre o mundo e da sociedade do qual faz parte. A escola organiza seminários e palestras, onde serão abordados assuntos da atualidade, permitindo ao discente uma aprendizagem informal por meio das vivencias do cotidiano e experiências vividas ou transmitidas de acordo com o ambiente onde está inserido, para tornarem cidadãos críticos e responsáveis pelo mundo e sociedade atual e futura.

CONCLUSÃO
Concluímos neste estagio supervisionado que a escola esta cumprindo com o seu papel  em quanto instituição de ensino com compromisso com a educação.observamos que em toda ação do orientador educacional é necessária uma reflexão continua sobre a realidade que o cerca, possibilitando-lhe um posicionamento profissional mais adequado, assim como percebemos que este profissional tem presente em suas atividades os princípios que servem de suporte ao processo que servem de orientação, levando-o a uma ação mais consistente e coerente com os discente sob o seu comando.A escola visitada,é uma instituição que tem por finalidade ensinar bem a totalidade dos alunos que a procuram, e a orientação educacional desta escola tem por função fundamental, mobilizar os diferentes saberes dos profissionais que atuam nesta instituição de ensino, para que a escola cumpra com a sua função e que os alunos aprendam.Partindo da condição comum de educadores, cada um desempenha tarefas especificas,capacitado pela habilitação especifica, cujo sentido é dado pelos fins comuns.A investigação deste estágio supervisionado, nos fez refletir sobre a realidade vivencial do aluno e sua percepção desta realidade que deve ser o ponto de partida e o fio condutor do processo pedagógico.Através, desta investigação sobre esta realidade, percebemos que no processo ensino-aprendizagem, estão em jogo inúmeras relações, onde se compreende que as relações na escola não são um fim em si mesmo, mais um meio para que o aluno aprenda e amplie o seu conhecimento sobre a sua realidade e a importância do aprender e ampliar conhecimentos que valorize seus valores e princípios morais e éticos, como um ser que pensa, que age e que tenha um pensamento critico sobre o mundo e a sociedade de um modo geral e globalizado.
BIBLIOGRAFIA
Apostila da unip – 6º e 7º semestre
Tentém, Alzira da Silva. Orientação educacional.Vacaria/RS. CENSUPEG

Pensando...

PENSANDO...


Eu assistir e ouvi durante todo esse tempo,a campanha eleitoral, onde, candidatos a eleição e a reeleição disputavam e disputam um cargo de presidente , deputado e etc. Pessoas nas ruas com bandeiras e panfletos, cada um tentando eleger seus respectivos candidatos. Comerciais e propagandas políticos, falando de seus programas de governos, prometendo ao povo "mundos e fundos", e como de costume, os famosos debates entre os concorrentes aos cargos. Debates esses, onde, invés de falarem de seus programas de governo e tirarem as dúvidas do povo, sobre assuntos que realmente importa, se concentraram em lavarem roupa suja e se de gladiarem verbalmente. Todos lutando em causa própria,todos querendo o poder, estar no poder (não generalizando).
O primeiro episódio da série "As eleições" terminaram. Vem aí, o segundo episódio da série, "As eleições do 2º turno".
Depois do término do primeiro episódio da série, no dia seguinte, as ruas estavam mais sujas que o normal, era "santinho" com rostos de candidatos espalhados pelas ruas e calçadas, sem falar nos cartazes e banners que ficam pela cidade.
E eu aqui pensando...
Quanto será que custa pra confeccionar, pintar, imprimir o rosto do candidato em um cartaz, em um banner, nos "santinhos"? E não são "em um", são em milhares, penso eu. Quanto custa um investimento desses, para eleger uma pessoa à um cargo no governo? Um investimento que depois vai parar no lixo, jogado pelas ruas, sujando as ruas. E a reciclagem? Será que reciclam o restante do material não utilizado, ou deixam esquecidos em algum comitê?
Quanto custa? Eu não sei, mas imagino que deve ser uma quantia que poderia ser investido na educação, na saúde, principalmente na saúde. E os nossos idosos? Porque não investir em ônibus prioridade? E creches?
É dinheiro jogado fora, é dinheiro indo pelo ralo, onde se poderia usar para ajudar o povo, para as necessidades básicas do povo, como saúde, educação e saneamento básico.
O povo está cansado de promessas falsas e vazias! 
Vamos vigiar meu povo! Votem conscientes de que todos somos cidadãos e que precisamos lutar pelos nossos direitos! Nada de vender voto! Cidadão não vende e nem troca seu voto por uma camisa, um metro de areia ou uma carrada de aterro!
VOTO CONSCIENTE!


Projetando...

PROJETANDO...

Toda ação humana, tem com certeza uma finalidade, o ser humano não age aleatoriamente, sem ter um objetivo, sem focar em algo que se deseja para o seu bem e de seu semelhante que lhe é querido...
O homem almeja sempre, através de suas ações, alcançar a felicidade, pois, o seu objetivo é sempre focalizado através de suas ações e atitudes para alcançá-la. Portanto,a felicidade são momentos que o ser humano alcança ao encontrar no decorrer de sua vida, um outro ser semelhante a si mesmo, compatíveis em vários aspectos, compartilhando valores e sentimentos mútuos.
A felicidade é compartilhar seus interesses com a finalidade sempre de fazer o outro feliz, sem no entanto, alcançar e satisfazer a si mesmo.

A História do Novo Testamento

A História do Novo Testamento, começou muito tempo antes do nascimento de Jesus, iniciando com a criação do mundo, onde Deus criou os céus e a terra, e todo ser que respira, incluindo Adão e Eva, que foram criados em estado de inocência, mas com poder da escolha.E por causa do seu pecado e desobediência, o homem veio a cair e o pecado veio entrar no mundo.
A história continua com o chamado de Abraão, para tornar-se pai de uma grande nação,onde ele deixa a sua parentela e atende o chamado do Senhor Deus.Faraó sente-se ameaçado pelos descendentes de Abraão que haviam aumentado, e os escraviza.Mas, Deus levanta um homem, Moisés, para tirar Israel da escravidão e levá-los á terra prometida.Mas por causa da murmuração do povo, Deus condena-os a peregrinar no deserto por mais de 40 anos.
Josué,sucessor de Moisés,completa o que Moisés começou. Deus chama Josué para levar os filhos de Israel á terra da provisão. Após a morte de Josué, o povo havia se desviado de Deus e adorava os deuses das nações ao redor (Is2:13). Então, Deus levanta juízes para chamar o povo ao arrependimento. Deus nunca pretendeu que Israel tivesse outro rei, senão Ele. Com certeza Ele levantaria grandes lideres e falaria com seu povo através destes, mas, o povo queria um rei.
Saul foi o primeiro rei de Israel e foi humilde a principio, mas, depois se encheu de orgulho, e seu ciúme de Davi atingiu as raias da loucura. Depois da morte de Saul,Davi torna-se o seu sucessor e Salomão o sucessor de Davi, o qual construiu o templo de Jerusalém.Após a morte de Salomão, inicia-se uma guerra civil e a nação se divide e caem em idolatria e pecado, onde Deus suscitou profetas para falar ao seu povo e declarar a sua vontade.
As duas nações ignoram os profetas e são destruídos pelos inimigos, e muitos tornaram-se cativos e enviados ao exílio, regressando mais tarde á Palestina, onde se juntam para reconstruírem o templo e os muros de Jerusalém, sendo liderados por Esdras e Neemias.Israel volta a pratica do pecado e da indiferença para com o Senhor. O Antigo Testamento termina com Malaquias condenando os pecados do povo.
Período Intertestamentario ou Interbiblico, onde Deus se silencia por 400 anos. Há pouca informação sobre isso. Daniel contempla o futuro distante, viu a queda do reino da Babilônia e o estabelecimento do Império Medo-persa.
a)- O ultimo período persa (331ac). Encerra-se o AT com o Império Persa ainda no poder.Os Judeus voltam á Palestina e reconstroem o templo com a permissão de Ciro.O posto de sumo sacerdote passou a ser cobiçado ao ponto de chegarem a matar por ele.
b)- Período de Alexandre Magno - reinou doze anos, sendo o sucessor de seu pai, Filipe da Macedônia,conquistou vários imperios, incluindo a Palestina e o seu desejo era conquistar novas terras, mas, não teve exito, pois suas tropas recusaram-se á ajudá-lo (335 á 323ac).
c)- A era dos Ptolomeus (323-204ac). Não houve sucessor para Alexandre, o Império foi dividido entre quatro generais, a Palestina estava incluida nessa divisão,sendo governado por Ptolomeu Sóter, mais tarde sendo sucedido por  Ptolomeu Filadelfo e durante o seu reinado houve a tradução das Escrituras Hebraica para o grego.A rivalidade entre os reis era bastante grande na época.Filópater venceu uma batalha e em sua volta visitou Jerusalém e decidiu entrar no Santo dos Santos, no Templo, mas, foi tomado de grande terror ao se aproximar do Santo Lugar, que saiu do Templo.Depois desse episódio, ele inicia uma perseguição contra os Judeus e coloca-os junto com elefantes para serem esmagados, mas, os elefantes esmagam os espectadores no hipódromo, e ele toma isso como um sinal de Deus e deixa de persegui-los. O seu sucessor tinha apenas 5 anos e Antíoco, o Grande da Síria aproveita a oportunidade para controlar Palestina.
d)- O período Sírio (204-166ac). Foi enviado para Roma um pedido de ajuda contra Antíoco, a ajuda veio mais não houve êxito. Antíoco foi obrigado a evacuar toda a área  e foi morto pelos habitantes da província de Elimais. Onias exercia o sacerdócio em Jerusalém quando Epifânio começou a reinar, mas vendeu o seu cargo de sumo sacerdote para Epifânio. Onias fugiu e o seu usurpador muda o nome e passa a colaborar com Antioco e impõe uma nova cultura aos Judeus e faz com que todos os Judeus se desestimulem e comecem a prática de cultos a deuses pagãos e sacrifícios. Vem então o seu outro irmão Menelau,que intensifica a perseguição aos Judeus.
Surge então um boato de que Antíoco morre e os Judeus se alegram, ao ficar sabendo ele volta a Jerusalém e massacra quarenta mil Judeus, além de entrar no Santo dos Santos e sacrificar uma porca e aspargir o sangue por todo o edifício, tudo isso para mostrar aos judeus o seu desprezo. O Templo passa a ser um lugar para adorar outros deuses e ele proíbe a circuncisão, cultos e sacrifícios a Deus e obriga o povo a comer carne de porco e quem desobedecesse era punido com a morte e muitos Judeus foram torturados.
Matatias recusou-se a adorar os deuses pagãos e muitos se puseram ao seu lado. Judas Macabeus foi o sucessor de Matatias seu pai. Controlou grande parte da Palestina e Jerusalém, onde o Templo foi purificado e estabeleceu a paz entre Sírios e Judeus.
e)- A era Macabéia (166-37ac). Judas Macabeu pede auxilio aos romanos contra a Síria, mas, morre antes de receber a ajuda de seu irmão Jonatas que depois de tomar o seu lugar passa a comandar a Judeia. É sucedido por seu irmão Simão que também, com a ajuda de Roma passa a controlar a Judeia e o trono torna-se hereditário. Havia uma rivalidade entre os Fariseus e os Saduceus, e João Hircano, sucessor de Simão, se alia a estas duas seitas.Então começa uma luta entre a sua familia pela posse do trono que fica vago apos sua morte e com isso Israel deixa de ser restaurada.
f)- A dominação Romana (37ac até o NT).Triunvirato é quando três homens governam ao mesmo tempo.Pompeu,Crasso e Julio Cezar. Mas Julio Cezar torna-se o governador único. Depois de Julio Cezar veio a existir um novo triunvirato, com Otávio, Marco Antonio e Lépido. Mais tarde Antonio favorece Herodes que se casa com Mariana e se torna parte da família Macabeia. Depois Herodes é nomeado rei e estende o seu poder até a Judeia. Vivia sob o pavor de ser retirado do trono, e por isso cometeu vários crimes contra a sua própria família, e despertou a ira dos Judeus, então começa a reconstruir o Templo para acalmar os Judeus.Herodes morreu quando Jesus ainda era criança - Mt 2:19 - 23.

Postado por Dhí Pires às 21:18